Geral

Religião – Semana Santa

Pe. Antônio Carlos D’Elboux - Pároco de Rafard

Com o Domingo de Ramos, no próximo dia 01 de abril e quando recordamos a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, iniciamos a Semana Santa, a mais importante semana do ano. Nas leituras bíblicas, utilizadas nas celebrações desta semana, revivemos os principais mistérios da nossa fé: a paixão, morte e ressurreição de Jesus. A procissão de ramos de oliveira ou de palmeira lembra os judeus aclamando Jesus como rei na cidade santa de Jerusalém e mostra-nos que estamos a caminho da casa do Pai. A bênção e procissão dos ramos será às 9h30, na Capela Santo Antônio
Na Quinta-feira Santa, vamos celebrar a instituição da Eucaristia, quando Jesus pega o pão e o vinho e fala que eles serão seu corpo e seu sangue, e a instituição do sacerdócio católico, quando Jesus ordena aos seus apóstolos que façam isso em memória dele. A Eucaristia é o que temos de mais sagrada na Igeja, pois é o próprio Deus. Neste dia também Jesus dá-nos como herança o mandamento do amor, lavando os pés dos seus discípulos e ensinando-nos a fazer o mesmo entre nós. Após a celebração, às 19h30, faremos momentos de adoração a Jesus presente na hóstia consagrada até à meia-noite.
Na Sexta-feira Santa celebramos a paixão e morte de Jesus, o Deus que se fez um de nós. Durante sua vida terrena Jesus só fez o bem, ajudando as pessoas. Não obstante, ele é injustamente condenado, torturado e morto em uma cruz, entre bandidos. No Sermão das Sete Palavras recordamos as últimas palavras de Jesus durante sua agonia na cruz. A cruz que era sinal de condenação será, a partir da morte de Jesus, sinal de libertação. Às 15h30, faremos a celebração da paixão e morte de Jesus e beijaremos o Cristo na Cruz. Às 19h30, na, procissão luminosa, recordaremos a caminhada de Jesus rumo ao Calvário.
No Sábado Santo, faremos, às 19h30, as bênçãos do fogo novo e do Círio Pascal, símbolo do Cristo ressuscitado. As leituras bíblicas recordarão para todos a história da Salvação, desde as origens até a vinda de Jesus. O canto solene do Glória mostra-nos a exaltação do ressuscitado: Jesus vence a morte e não morre mais. Também abençoaremos a água, que será aspergida em todos os participantes como sinal da bênção divina, e a água do batismo que usaremos para os batizados. Após a missa solene, abençoaremos as flores, sinais da alegria e da beleza da ressurreição.
O Domingo da Páscoa é o dia mais importante e solene da Semana Santa e de todo o ano litúrgico. Na madrugada do domingo, Jesus ressuscita e aparece aos discípulos. Sua ressurreição é garantia da nossa ressurreição. A alegria e a esperança da ressurreição acompanham-nos durante todo o ano. Participemos ativamente das celebrações da Semana Santa, crescendo espiritualmente e adquirindo forças para enfrentar as dificuldades diárias, reconhecendo que não caminhamos sozinhos, pois o Cristo Ressuscitado está entre nós. Toda a programação pode ser encontrada nas três comunidades católicas de Rafard.

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
>>1XBET
>>JADE