Politicaliente

Politicaliente

túlio-darros-politicaliente
Túlio Darros, jornalista e publicitário, diretor-proprietário do Jornal O Semanário

Ano de eleições municipais, primeira sessão ordinária do ano no Legislativo rafardense e cá estamos novamente com a esta coluna para trazer algumas informações, muitas de bastidores, outras de bate papos informais e por aí vai. Boa leitura!

Pagando pelo que não temos

O vereador Alex Sandro Domingues Santos disse que esteve na Artesp com a deputada Bebel, cobrando informações sobre a paralização das obras de duplicação nas rodovias SP-101 e SP-308. Segundo Alex, a Concessionária Rodovias do Tietê abriu concordata (faliu), mas continua cobrando pedágio. Tá certo isso?

Interferência

Durante a fala em tribuna, Alex foi interrompido pelo ex-prefeito César Moreira, que estava na plateia, não gostou dos comentários do vereador e retrucou. Moreira foi contido pelo presidente da Casa de Leis. Esqueceu que não pode interferir?

Enchente

Alex também cobrou a pavimentação urgente das duas ruas no bairro Sete Fogões. Na última semana, o córrego que já passou por obras da Prefeitura de Rafard, transbordou e invadiu novamente as casas. Com a palavra o governo municipal.

Homenagem

O vereador Mário Severino da Silva dedicou o uso da tribuna para ressaltar a Moção de Congratulações ao extinto conjunto Extremunson. Ele também cobrou que a imprensa dedique mais espaço para contar histórias como a do conjunto. Arrisco dizer que o parlamentar se antecipou, já que a rádio R FM entrevistou integrantes do conjunto nesta semana e o jornal O Semanário dá publicidade à homenagem nesta edição. Acredito que cada um tem consciência dos seus deveres perante a sociedade e se dedicam ao máximo na medida do possível, concorda vereador?

Morosidade

Ainda sem solução quanto a regularização da área doada à ONG Focinho Carente, o vereador Fábio dos Santos disse que o presidente da ONG pretende iniciar a construção do espaço mesmo sem a documentação. É vergonhoso a morosidade para resolver assuntos de interesse social. Teté realiza um trabalho voluntário e tem dificuldades para manter os animais em sua casa, no Centro de Rafard, já que enfrenta a própria sociedade. É um problema sanitário que já deveria ter sido resolvido há tempos.
Pagando ar – Fabinho Santos também sugeriu que a Prefeitura de Rafard forneça bloqueadores de ar em todos os hidrômetros da cidade. Segundo o vereador, com as constantes interrupções no fornecimento de água, quando retorna, vem muito ar nos canos.

Estranheza

Boa parte dos vereadores estão com a ‘pulga atrás da orelha’ com a troca da direção da Assistência Social de Rafard. Sai Nádia Quadros para a entrada de Helena Francisco da Silva. A pasta é bastante visada, principalmente em período eleitoral. E já que Heleninha participou das últimas eleições na chapa de Márcio Minamioka, como vice-prefeita, as dúvidas começam a aparecer.

Nada para se estranhar

Em visita à redação d’O Semanário, Heleninha declarou que não tem intenções políticas e que voltou para ajudar no setor social de Rafard. Aos 68 anos, ela disse que só aceitou o convite porque confia poder fazer mais pela área. Tá esclarecido!

Dissídio

A vereadora Angela Barboza cobrou o pagamento da diferença do dissídio dos funcionários públicos municipais, processo que se arrasta desde a gestão Márcio Minamioka. Esse ano acho que paga!

Bolso cheio

Os vereadores dizem que a Prefeitura de Rafard está com o bolso cheio e mais de R$ 9 milhões em caixa. Por isso, querem mais efetividades nos serviços públicos. Wagner Bragalda cobrou melhorias no campo sintético, nas praças e no campinho de areia da Barroca.

União

Bragalda aproveitou a presença do presidente da Câmara de Capivari, Flávio Carvalho, do vereador Denilton Rocha e do chefe de gabinete, Zatinha, e sugeriu mais união e diálogo entre os Legislativos para cobrar o Estado.

Limpeza

O presidente do Legislativo rafardense, Marco Brigati, citou o descaso na limpeza pública no município e comentou sobre a situação na rua Eugênio Tezotto, próximo a escola Aurélio Sotto. Deixaram pra limpar depois que começaram as aulas.

Moção de Apelo

Brigati fez coro com Capivari e apresentará uma Moção de Apelo ao governador João Dória sobre a situação da concessionária que administra os pedágios na região.
Sem força – Já o vereador Daniel Teodoro comentou sobre a péssima prestação de serviços da CPFL no município. A reclamação fez coro à Moção de Repúdio, aprovada por unanimidade na sessão de terça-feira.

Convênios

Teodoro também cobrou que o município realize convênios com clínicas para dependentes químicos.

Agora vai

Depois de tanto bater, o vereador Alexandre Fontolan disse que conseguiu fazer com que a prefeitura parcele o valor do Alvará de Funcionamento. Agora, segundo o parlamentar, os comerciantes poderão pagar em duas vezes. É, melhor que nada né vereador?

Lá embaixo

Outra cobrança de Fontolan diz respeito aos acessos ao novo bairro de Rafard, no conjunto habitacional Lurdes Abel. O vereador cobrou a construção de escadarias em alguns pontos, já que o bairro tem apenas três acessos.

Segurança

O vereador Felipe Marchioretto bateu na tecla que o governo municipal precisar de mais gestão, controle e fiscalização no trato público. Ele também cobrou a instalação de câmeras de segurança nos prédios públicos.

Pré

Só pra dar aquela finalizada com chave de ouro, ouso citar o nome de possíveis prefeituráveis em Rafard. Escuto por aí os nomes de: Angela Barboza, Mário Severino, Fábio dos Santos, Márcio Minamioka, César Moreira e João César Balceiro de Freitas. Em Capivari, alguns nomes também já estão sendo ‘destilados’, como: Vitor Riccomini, Tambuzinho, Tetê Borsari, Márcio Moreira, Éder Antonelli e Bruno Barnabé. Bom, como dizia o saudoso amigo José Maria de Campos, quem viver, verá!

Quem sabe?

Questionado sobre uma possível candidatura, um dos nomes acima que já foi prefeito de Rafard, respondeu: “estou preparando o time, vamos ver!” Quem será?

Por hoje é só, semana que vem, se Deus quiser, a gente volta.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar