Esportes

Relembrando o título do Brasil na Copa do Mundo de 2002

A classificação para a Copa do Mundo de 2022 no Catar já está em andamento, com os países da CONMEBOL com quatro partidas em suas campanhas. Nesta fase inicial, o Brasil é o favorito não só para a classificação, mas também para a conquista do Mundial. Se você está fazendo uma aposta esportiva, se você curte as chances de sucesso da Seleção, vamos abrir o arquivo na sua última conquista, a Copa do Mundo em 2002 – e quem sabe, duas décadas depois, a Seleção poderá erguer a taça mais uma vez.

O Brasil ocupava o segundo lugar no ranking na época, tendo sido vice-campeão na Copa do Mundo de 1998 para a campeã, a França. Embora a campanha nas eliminatórias não tenha sido das melhores, com o Brasil terminando em terceiro, tendo vencido apenas metade de suas partidas, a Seleção foi sorteada em um grupo bastante fácil para o torneio. O Grupo C era formado por China, Costa Rica e Turquia.

Três vitórias em três partidas permitiram que o Brasil não apenas chegasse as oitavas de final, mas fosse uma das duas equipes com 100% de aproveitamento na fase de grupos. Na primeira partida, o Brasil saiu atrás da Turquia, antes que dois gols no segundo tempo mudassem o jogo. Quem mais senão a dupla de ataque dos sonhos, Ronaldo e Rivaldo, anotando no placar, este último na cobrança de pênalti? A Turquia ainda teve duas expulsões no final, e o placar permaneceu 2 a 1 para o Brasil.

Em sua segunda partida, o Brasil deitou e rolou contra a China, com quatro gols marcados por quatro jogadores diferentes. O Brasil marcou três gols antes do intervalo, com Roberto Carlos, Rivaldo e um de pênalti de Ronaldinho fazendo a diferença, e Ronaldo completou a goleada no segundo tempo.

copa-do-mundo-de-2002-brazil-x-alemanha
Foto ilustrativa

E o último jogo do grupo foi um jogão de sete gols, com a equipe de Luiz Felipe Scolari vencendo por 5 a 2, que deixou os costarriquenhos lisonjeados. Um gol precoce de Ronaldo ditou o ritmo, com Edmílson marcando o terceiro no final do primeiro tempo. A Costa Rica reduziu a vantagem entre as equipes antes do intervalo, mas o Brasil rapidamente restaurou sua boa vantagem com dois gols em três minutos – Rivaldo fez três em três, e Júnior acrescentou um quinto para coroar uma exibição de cinco estrelas da Seleção.

O Brasil passou fácil pela fase final com uma vitória por 2 a 0 sobre a Bélgica em Kobe, nas oitavas de final, com Rivaldo e Ronaldo novamente no placar. Veio a Inglaterra nas quartas-de-final, com o Brasil perdendo por um gol, mas buscando no final do primeiro tempo, antes de Ronaldinho marcar em uma cobrança de falta espetacular para seguir na competição. O confronto na semifinal viu a equipe de Scolari enfrentar a Turquia novamente. Mas, ao contrário do jogo da primeira fase, apenas um gol solitário separou as equipes, com Ronaldo fazendo o seu sexto gol no torneio e levando o Brasil à final.

Em seu caminho para a glória na Copa do Mundo estava a Alemanha. O Estádio Internacional de Yokohama foi o local, e o palco foi montado para duas das maiores seleções do mundo batalharem pela supremacia. Uma dobradinha de Ronaldo no segundo tempo não só viu o Brasil vencer na final, mas no nível individual, o atacante conquistou a Chuteira de Ouro com oito gols. Isso marcou o pentacampeonato da Seleção em Copas do Mundo, tornando-a a nação mais bem-sucedida da história do torneio – e, além disso, tornou-se a primeira equipe a vencer todas suas partidas em uma Copa do Mundo desde 1970.

Botão Voltar ao topo